quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Taça Volvo 2017

Taça Volvo 2017





Competição disputada em Riga (Letónia) entre os dias 8 e 12 de Novembro de 2017

Seniores

Senhoras




A categoria feminina foi renhida. Gerli Liinamae da Estónia ficou com a medalha de ouro com apenas 0.12pts de vantagem sobre a brasileira Isadora Williams. A britânica Danielle Harrison ficou com a medalha de bronze.


A estoniana Gerli Liinamae foi quarta classificada no programa curto onde obteve uma pontuação de 47.23pts. Houve dois elementos punidos com grau de execução negativo: a combinação de triplo lutz+duplo toeloop (6.32pts) e o triplo loop (1.50pts). Na combinação, a definição de entrada no lutz não foi feita de forma clara, ou seja, não se percebeu muito bem como foi colocada a aresta na entrada. No triplo loop, a terceira rotação não foi efectivamente completada, tendo faltado cerce de ¼ de volta. O duplo axel (3.73pts) foi realizado na segunda metade do esquema e beneficiou de bónus sobre o valor base por causa disso. No que diz respeito aos peões, o peão de combinação com mudança de pé e o peão em baixo com entrada saltada foram classificados com o nível 4. O peão camel foi de nível 3. O total de pontos obtidos nos peões foi de 10.20pts. A sequência de passos foi de nível 3 e recebeu 3.80pts. As médias apuradas nos segmentos dos componentes foram de 5.80 na perícia, 5.60 nas transições, 5.80 na performance, 5.60 na composição e 5.55 na interpretação da música.


No programa livre, Gerli ascendeu à primeira posição com uma pontuação de 99.28pts. Em termos de graus de execução positivo, ela amealhou pouco: a nota técnica de partida foi estabelecida em 47.58pts e a nota técnica final foi de 50.80pts. Dos sete elementos de salto, quatro foram colocados na primeira metade do esquema: o triplo lutz (6.56pts), o triplo toeloop (4.72pts), a combinação de triplo toeloop+duplo toeloop (6.16pts) e a combinação de triplo loop+loop simples+duplo salchow (6.10pts). Esta combinação foi punida com grau de execução negativo, sendo que o loop simples não foi completo. Na segunda metade do esquema, esta patinadora apresentou um triplo salchow (5.26pts), uma combinação de duplo loop+duplo toeloop (3.41pts) e um duplo axel (3.13pts). A combinação de loop+toeloop ficou meramente com o valor base e o duplo axel foi punido com grau de execução negativo. A sequência de passos foi apenas de nível 2 e obteve 3.10pts. O peão camel e o peão em baixo com entrada saltada foram classificados com o nível 3. O peão de combinação com mudança de pé foi de nível 4. Na sequência coreográfica a estoniana amealhou 2.56pts. Nos segmentos dos componentes as suas médias fixaram-se em 6.25 na perícia, 5.95 nas transições, 6.15 na performance, 6.10 na composição e 5.85 na interpretação da música.

A brasileira Isadora Williams, que assegurou uma vaga olímpica com o seu quinto lugar no Troféu Nebelhorn desta época, liderou o programa curto com uma nota de 54.51pts. Os saltos realizados por Isadora foram uma combinação de triplo lutz+duplo toeloop (8.00pts), um triplo loop (5.80pts) e um duplo axel (1.13pts). O axel foi efectuado na segunda metade do esquema e foi o único elemento do programa punido com grau de execução negativo pois foi considerado incompleto. O peão layback (2.70pts) e a sequência de passos (3.80pts) foram de nível 3. O peão de combinação com mudança de pé (4.00pts) e o peão em baixo com entrada saltada (3.20pts) foram de nível 4. Nos segmentos dos componentes que compõem a segunda nota, as médias apuradas foram de 6.60 na perícia, 6.30 nas transições, 6.45 na performance, 6.40 na composição e 6.60 na interpretação da música.

No programa livre, Isadora ficou na segunda posição com uma pontuação de 91.88pts. As médias nos segmentos dos componentes fixaram-se em 6.95 na perícia, 6.85 nas transições, 6.85 na performance, 6.95 na composição e 6.90 na interpretação da música. No entanto, a parte referente aos saltos não correu como o esperado. A combinação inicial de triplo lutz+duplo toeloop (8.00pts) foi o melhor elemento de salto. As outras combinações apresentadas foram um duplo axel+loop simples+duplo salchow (3.90pts) e um triplo flip+duplo toeloop (3.10pts) e ambas foram punidas com grau de execução negativo. No triplo flip da combinação, a lâmina do patim do pé de apoio não estava na aresta correcta na definição de entrada do salto, sendo que esse salto também foi incompleto. O triplo lutz (4.06pts) que ela efectuou na segunda metade do esquema foi igualmente incompleto e acabou punido com grau de execução negativo. Isadora cometeu erros no loop simples (0.55pts), flip simples (0.20pts) novamente com entrada na aresta errada e o axel simples (1.21pts). O peão layback (2.60pts) e o peão em baixo com entrada saltada (2.70pts) foram de nível 3. O peão de combinação com mudança de pé (3.80pts) atingiu o nível 4. A sequência coreográfica rendeu-lhe 2.56pts e a sequência de passos de nível 3 obteve 4.00pts. Foi uma pena que Isadora tenha cometido esses erros nos saltos pois a vitória estava completamente ao seu alcance.


Resultado final


Homens




O italiano Ivan Righini confirmou todo o seu favoritismo e venceu a Taça Volvo 2017 de forma destacada.

Ivan liderou o programa curto com uma pontuação de 79.71pts. É de salientar que todos os elementos beneficiaram de grau de execução positivo. No que fiz respeito aos saltos, Ivan colocou o triplo axel (9.30pts) como elemento inicial e deixou a combinação de triplo lutz+triplo toeloop (11.89pts) e o triplo flip (6.67pts) para a segunda metade do esquema. Os peões foram todos de nível 4 e totalizaram 11.40pts. A sequência de passos foi classificada com o nível 3 e obteve 4.20pts. Nos segmentos que compõem a segunda nota, Ivan ficou com médias de 7.25 na perícia, 6.95 nas transições, 7.45 na performance, 7.30 na composição e 7.30 na interpretação da música.

No programa livre, o carismático italiano obteve uma pontuação de 159.26pts. Tirando o triplo axel (8.50pts) e o triplo loop (5.61pts) que ficaram com o valor base, os outros elementos conseguiram grau de execução positivo. Os outros saltos apresentados por Ivan foram os seguintes: combinação de triplo axel+duplo toeloop (10.60pts), o triplo lutz (7.40pts), o triplo toeloop (5.71pts), o triplo flip (6.95pts), a combinação de triplo lutz+duplo toeloop (8.73pts) e a combinação de duplo axel+loop simples+triplo salchow (9.72pts). Os peões atingiram todos o nível 4 e receberam um total de 11.70pts. A sequência de passos foi de nível 3 e rendeu-lhe 4.30pts e a sequência coreográfica permitiu-lhe amealhar 3.54pts. As médias apuradas nos segmentos dos componentes foram de 7.50 na perícia, 7.20 nas transições, 7.90 na performance, 7.75 na composição e 7.90 na interpretação da música.


Resultado final


Dança




Na categoria de dança, os alemães Katharina Muller & Tim Dieck impuseram-se à concorrência. Cortney Mansour & Michal Ceska (Rep. Checa) foram sextos classificados na dança curta mas na dança livre foram segundos. No entanto, isso não foi suficiente para coloca-los no pódio. A diferença entre a medalha de prata dos ucranianos Daria Popova & Volodymyr Byelikov e o húngaros Anna Yanovskaya & Adam Lukacs foi meramente de 0.78pts.

Katharina e Tim ficaram em primeiro lugar na dança curta com uma pontuação de 62.28pts. Os twizzles (7.44pts) e a figura de elevação em curva (5.46pts) foram classificados com o nível 4. Os passos obrigatórios da rumba foram de nível 3 e receberam 5.12pts apesar do par não ter atingido o terceiro ponto- chave. A sequência parcial de passos também foi de nível 3 e obteve 9.08pts. A sequência de passos em que os patinadores não se tocam ficou-se pelo nível 2 e obteve 6.70pts. As médias nos segmentos dos componentes já foram bem razoáveis e fixaram-se em 7.05 na perícia, 6.90 nas transições, 7.15 na performance, 7.20 na composição e 7.30 na interpretação da música/timing.

Na dança livre, Katharina e Tim obtiveram uma nota de 90.68pts e também ficaram em primeiro lugar nesta fase da competição. A sequência de passos em serpentina (6.70pts) e a figura de elevação em rotação (3.48pts) foram apenas de nível 2. Os twizzles (6.20pts) e a sequência de passos na diagonal (8.42pts) foram de nível 3. O peão (6.80pts), a figura de elevação em curva (5.46pts) e a figura de elevação em linha (5.70pts) atingiram o nível 4. Os elementos coreográficos realizados por este par foram o peão (1.70pts) e uma elevação (1.70pts). Nos segmentos dos componentes, as médias apuradas foram de 7.35 na perícia, 7.20 nas transições, 7.50 na performance, 7.50 na composição e 7.55 na interpretação da música/timing.

Resultado final


Pares


Na categoria de pares, os britânicos Zoe Jones & Christopher Boyadji venceram a competição, deixando para trás o par Sofiya Karagodina & Semen Stepanov do Azerbaijão.


Zoe e Christopher cometeram alguns erros mas tiveram alguns bons apontamentos como os saltos lançados no programa livre.

Resultado final


Juniores

Senhoras






Anastasiia Guliakova, que ainda tem pouca experiência internacional, venceu esta competição de forma destacada. Nesta temporada, a jovem russa já conquistou a medalha de prata no grande prémio júnior decorrido em Brisbane, a que agora juntou a medalha de ouro na Taça Volvo. No entanto, Anastasiia começou o programa curto com o pé esquerdo. Ela cometeu erros na tentativa de combinação de triplo flip+triplo toeloop pois o flip foi incompleto e a patinadora caiu, não tendo conseguido realizar o segundo salto. O triplo lutz também foi incompleto. Tanto a combinação como o lutz foram punidos com grau de execução negativo. O duplo axel conseguiu grau de execução positivo. Os peões foram todos de nível 4 e a sequência coreográfica foi de nível 3.
As médias apuradas nos segmentos dos componentes foram as seguintes: 6.69 na perícia, 6.31 nas transições, 6.44 na performance, 6.50 na composição e 6.50 na interpretação da música.




No programa livre, Anastasiia conseguiu obter graus de execução positivos em todos os elementos técnicos, com excepção da combinação do axel simples com duplo toeloop pois ficou com o valor base. Os restantes saltos que ela apresentou foram uma combinação de triplo flip+triplo toeloop, combinação de triplo lutz+loop simples+triplo salchow, triplo loop, triplo flip, triplo lutz e duplo axel. Os peões atingiram todos o nível 4 e a sequência de passos foi de nível 3. Na segunda nota, as suas médias fixaram-se em 6.88 na perícia, 6.56 nas transições, 7.00 na performance, 6.75 na composição e 6.94 na interpretação da música.
Videos

Anastasiia Guliakova
Programa curto

Programa livre


Resultado final


Homens

Resultado final


Dança




Sofia Shevchenko & Igor Eremenko da Rússia dominaram a categoria de dança no escalão júnior. Na dança curta, este par obteve uma nota de 61.85pts. Os twizzles (7.50pts), a figura de elevação em linha (5.70pts) e a primeira sequência de passos obrigatórios de Cha Cha Congelado (5.75pts) atingiram o nível 4. A sequência de passos em que os patinadores não se tocam (8.75pts) e a segunda sequência dos passos obrigatórios (5.30pts) foram de nível 3. As médias nos segmentos dos componentes foram boas para este escalão: 7.19 na perícia, 7.06 nas transições, 7.31 na performance, 7.19 na composição e 7.31 na interpretação da música/timing. Na dança livre, este par conseguiu uma pontuação de 85.67pts. Os twizzles (8.25pts), as figuras de elevação (total de 11.55pts) e o peão atingiram o nível 4. A sequência de passos na diagonal foi de nível 3 e recebeu 8.75pts. Os elementos coreográficos apresentados foram um twizzle (2.23pts) e uma elevação (2.40pts). Nos segmentos dos componentes, as médias conseguidas por este par foram de 7.50 na perícia, 7.38 nas transições, 7.69 na performance, 7.69 na composição e 7.81 na interpretação da música/timing.


Resultado final


Pares

Resultado final



quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Ice Challenge 2017

Ice Challenge 2017







Competição realizada em Graz (Áustria) entre os dias 9 e 12 de Novembro de 2017

Senhoras




A eslovena Dasa Grm sagrou-se vencedora da categoria feminina depois de ter sido primeira classificada no programa curto e segunda classificada no programa livre. No programa curto a nota de Dasa foi de 52.02pts. O programa foi certinho dentro do que ela se propôs a realizar mas não capitalizou quase nada em sede de graus de execução. Na primeira metade do esquema esta patinadora apresentou uma combinação de triplo flip+duplo toeloop. Na segunda metade, ela efectuou um triplo toeloop e um duplo axel. A sequência de passos, o peão camel e o peão em baixo com entrada saltada foram classificados com o nível 4. O peão de combinação com mudança de pé foi de nível 3 e foi o único elemento punido com grau de execução negativo. Na segunda nota, as médias apuradas fixaram-se entre 5.33 (transições) e 5.92 (interpretação da música).


No programa livre, Dasa ficou com uma nota de 90.01pts. Foram vários os elementos punidos com grau de execução negativo: o triplo lutz, a combinação de triplo toeloop+loop simples+duplo salchow e os dois duplo axel. O triplo flip, a combinação de triplo toeloop+duplo toeloop e a combinação de duplo flip+duplo toeloop ficaram meramente com o valor base. Todos os peões e a sequência de passos atingiram o nível 4. Nos segmentos dos componentes, as suas médias balizaram-se entre 5.17 (transições) e 5.92 (perícia).


Uma palavra para a patinadora austríaca Natalie Klotz pois foi sexta classificada no programa curto e venceu o livre. Na combinação de resultados das duas fases da competição, Natalie ficou com a medalha de bronze.






Resultado final


Homens




A categoria masculina foi vencida pelo jovem italiano Daniel Grassl. Ele liderou a prova nas duas fases. No programa curto a sua nota foi de 72.34pts. O curto foi iniciado com o triplo axel que acabou punido com grau de execução negativo. Seguiram-se dois peões: o flying sit e o peão camel com mudança de pé, ambos de nível 4. Depois foi a vez da sequência de passos de nível 3. Já na segunda metade do esquema, Daniel executou uma combinação de triplo flip+triplo toeloop e um triplo lutz. O elemento final foi um peão de combinação com mudança de pé de nível 4. Nos componentes ele ficou com médias entre 6.00 (transições) e 6.58 (interpretação da música).


No programa livre Daniel Grassl conquistou uma nota de 137.54pts. Os saltos realizados foram uma combinação de triplo axel+duplo toeloop, triplo axel, duplo axel, combinação de triplo lutz+triplo toeloop, combinação de triplo flip+loop simples+triplo salchow, duplo axel, triplo lutz e triplo loop. Muitos dos saltos ficaram apenas com o valor base. A combinação de triplo flip+loop simples+triplo salchow foi o único elemento punido com grau de execução negativo. Os peões foram todos de nível 4 e a sequência de passos foi de nível 3. Nos componentes as suas médias fixaram-se entre 5.83 (transições) e 6.58 (performance).


O espanhol Javier Raya terminou a competição com a medalha de prata depois de ter ficado em segundo lugar em todas as fases da competição. No programa curto a nota obtida foi de 62.37pts. Em termos de saltos, Javier efectuou um triplo axel, um triplo lutz e uma tentativa de combinação em que o primeiro salto foi um triplo flip. A combinação correu mal e o patinador caiu. O triplo lutz também foi punido com grau de execução negativo tal como o flip. Os peões foram classificados com o nível 4 e a sequência de passos foi de nível 3. Na segunda nota, as suas médias balizaram-se entre 6.00 (transições) e 6.58 (interpretação da música). Javier conquistou uma nota de 120.18pts no programa livre. Os saltos realizados no programa foram os seguintes: combinação de triplo axel+loop simples, triplo flip, triplo axel, triplo lutz, triplo toeloop, duplo flip, triplo salchow e triplo toeloop que deveria ter sido colocado em combinação. O axel em combinação, o axel isolado, o triplo flip e o triplo toeloop que deveria ter sido colocado em combinação foram punidos com grau de execução negativo. A sequência de passos, o peão camel com entrada saltada e o peão em baixo com mudança de pé foram classificados com o nível 4. O peão de combinação com mudança de pé foi de nível 3. As médias fixadas nos segmentos dos componentes balizaram-se entre 6.08 e 6.58.


Resultado final


Dança




Os finlandeses Torn & Partanen dominaram a categoria de dança e ficaram em primeiro lugar quer na dança curta como na dança livre. Na curta eles conseguiram uma pontuação de 60.64pts. Os twizzles (7.20pts) e a figura de elevação em curva (5.50pts) foram classificados com o nível 4. A sequência de passos parcial (8.20pts) e a sequência de passos em que os patinadores não se tocam (8.20pts) atingiram o nível 3. Os passos obrigatórios da rumba ficaram-se pelo nível 2, sendo que eles falharam os dois primeiros pontos-chave. Eles pontuaram 4.40pts nesse elemento. Nos segmentos que compõem a segunda nota, as suas médias fixaram-se em 6.58 na perícia, 6.50 nas transições, 6.92 na performance, 7.00 na composição e 6.92 na interpretação da música/timing.


Na dança livre, Torn & Partanen obtiveram uma nota de 90.62pts. Os elementos marcados com o nível 4 foram os twizzles (7.65pts), o peão (6.20pts), a figura de elevação em curva (5.55pts) e a figura de elevação em rotação (5.70pts). As duas sequências de passos (total de 16.40pts) e a outra figura de elevação (4.60pts) foram de nível 3. Os elementos coreográficos foram deixados para o final do esquema e os escolhidos foram um peão (1.70pts) e um twizzle(1.70pts). As médias apuradas nos segmentos dos componentes foram de 6.88 na perícia, 6.63 nas transições, 7.00 na performance, 6.75 na composição e 7.00 na interpretação da música/timing.


Os britânicos Fear & Gibson ficaram com a medalha de prata e o par finlandês Turkilla & Versluis fecharam o pódio com a medalha de bronze. Este foi um resultado interessante para Turkilla & Versluis visto que ambos costumavam patinar na categoria individual e formaram parceria há pouco tempo.


Resultado final


Pares




Os alemães Lena Kreitmeier e Anton Kempf foram os únicos em prova nesta disciplina. Apesar de não haver concorrência, eles patinaram à mesma. A sua prestação foi discreta e marcada por vários erros. No programa curto a sua nota foi apenas de 39.48pts. Quatro dos sete elementos foram punidos com grau de execução negativo. Eles sofreram duas quedas. Nos segmentos dos componentes as suas médias balizaram-se entre 4.50 (transições) e 5.08 (na perícia).


No programa livre, Lena e Anton obtiveram uma nota de 68.16pts. Foram várias as deficiências técnicas nomeadamente nas figuras de elevação, o que é um pouco assustador tendo em conta o elevado risco. Apenas o duplo twist de nível 1, a combinação de duplo flip+duplo toeloop e a sequência coreográfica não foram punidas com grau de execução negativo. O elemento número 9 que era suposto ter sido uma figura de elevação do grupo 5 de dificuldade foi abortada e, na prática, ficaram com um elemento a menos. Os componentes foram fraquíssimos e as médias balizaram-se entre 4.08 (performance) e 4.42 (perícia). Também houve a registar uma queda.


Resultado final

terça-feira, 14 de novembro de 2017

GP Internationaux de France 2017 - Transmissão televisiva





Os canais Eurosport vão dedicar algum tempo de antena à transmissão do Grande Prémio Internationaux de France que irá realizar-se em Grenoble entre os dias 17 e 19 de Novembro de 2017. Podem conferir aqui o plano de transmissões.

*Atenção que os horários podem ser sujeitos a alteração por parte da Eurosport*
*Referência a hora de Lisboa*

Canal Eurosport 1

17-11-2017

19h00 - Programa curto masculino
23h30 - Programa curto feminino

18-11-2017

19h45 - Programa livre masculino em directo
21h45 - Programa livre de pares

19-11-2017

06h30 - Programa livre masculino
17h15 - Gala

Canal Eurosport 2

17-11-2017

14h00 - Programa curto feminino em directo
16h00 - Dança curta em directo
17h15 - Programa curto de pares em directo

18-11-2017

11h00 - Programa curto de pares
13h00 - Programa livre feminino em directo
14h30 - Dança livre em directo
16h45 - Programa livre feminino
18h00 - Programa livre de pares em directo
23h15 - Programa livre masculino

19-11-2017

05h00 - Programa livre masculino
06h30 - Programa livre de pares
20h30 - Gala



Galeria de imagens do Troféu NHK 2017



Galeria de imagens do Troféu NHK 2017